Publicado em

Crie um clube fidelidade, seus clientes querem viver momentos exclusivos com você

Clube Fidelidade - Yazaki lifestyle

Os clubes de fidelidade para restaurantes estão crescendo exponencialmente no mercado FOODSERVICE. Eles são uma excelente proposta para bares, cafeterias, hamburguerias, padarias, confeitarias, e afins. A hora de começar a investir nessa prática e sair na frente dos seus concorrentes é agora. Continue lendo o post e saiba mais!

Clube fidelidade - Yazaki lifestyle

Resultados rápidos:

Os estabelecimentos de alimentação fora do lar costumam ter alta taxa de retorno de clientes. No ramo da gastronomia diferente a outros negócios relacionados ao varejo os consumidores potenciais podem consumir seus produtos diariamente.

Custo Baixo:

No ramo gastronômico as recompensas costumam envolver produtos manufaturados no estabelecimento, com maior margem de lucro, sendo muito viável recompensar um cliente fiel sem comprometer a lucratividade. Além de ter custo atrativo Implantar um programa de fidelidade para bares e restaurantes otimiza o investimento em marketing de relacionamento.

Engajamento de clientes:

No caso do “Clube Confiance” (nosso programa de fidelidade) o engajamento e aumento de clientes acontece mais rápido. Os convites e recomendações de cadastros para novos integrantes do clube também são recompensados. O resultado é um conhecimento/engajamento profundo dos grupos de clientes, possibilitando o aumento das vendas em momentos específicos como: aniversários, feriados, festas empresariais, eventos exclusivos.

A criação de um plano estratégico envolvendo grupos de confiança permite desenvolver ações direcionadas para públicos específicos e segmentados.

 

Principal vantagem:

Hoje existe uma forte concorrência no mercado. Cada vez surgem mais e mais empreendimentos e a oferta de produtos, serviços e preços acabam por ser repetitivas para os clientes. Em momentos assim o clube de fidelidade passa a ser um serviço considerado pelos clientes. Ao oferecer vantagens e estimular o relacionamento as chances do cliente recomendar o seu negócio aumentam consideravelmente.

 

Atualmente é muito rápido e acessível colocar em prática um clube de fidelidade. Coloque seus clientes num programa de confiança, eles querem viver momentos exclusivos com você.

Empresas que queiram investir em uma solução prática para fidelizar seus clientes podem contratar os serviços de uma equipe especializada em criar fidelidade e confiança como é o nosso caso aqui na Yazaki lifestyle .

Publicado em

Tendências para Bares e Restaurantes 2017-2018

Tendencias yazaki lifestyle 2017-2018

Fast & Casual:

Entre as Tendências para Bares e Restaurantes este estilo vem com tudo por propiciar ao cliente final uma refeição rápida, mas carregada de uma linda experiência, algumas vezes em combinação com o ambiente acolhedor onde é servida, mas isso nem sempre é regra, food trucks, cafés ou mesmo supermercados podem aderir a tendência. 

Tendencias yazaki lifestyle 2017-2018

Portas Abertas:

Esta é uma ação utilizada pela rede McDonald´s em todo o mundo, que consiste em apresentar aos consumidores todos procedimentos que validam a qualidade no preparo dos alimentos. Em 2017 no Brasil mais de 1,5 milhão de clientes já usufruíram dessa experiência. Para que isso aconteça os principais players são os gerentes, eles surpreendem os clientes com convites para que conheçam a cozinha e as instalações dos restaurantes.

Food Telling:


É a resposta a uma demanda de informação transparente, atrativa e necessária para Bares e Restaurantes. Conecta o consumidor ao que ele consome, ao mesmo tempo que propicia uma maior identidade e autenticidade aos alimentos.




Frases chamativas nas paredes não podem faltar: “Feito naturalmente, "O Chef Preparou”, “Colhido a mão", "Feito a mão,”Pão de fermentação natural", Sandwiche caseiro”...

Tendencias yazaki lifestyle 2017-2018

Entre no grupo de debate da nossa Liga gastronômica no Facebook, e se quiser você também pode se cadastrar – AQUI – em nossa lista de parceiros, vamos lhe proporcionar um diagnóstico onde você poderá entender como está a saúde do seu negócio no mercado de Bares e Restaurantes.





Abraços;


Emiliano Machado
Wagner Mattei.

Publicado em

Curso online mostra como fazer Gestão Inteligente em Bares e Restaurantes

yazaki-lifestyle-maislucro

Você esta procurando ser o melhor do mercado gastronômico? Então escolha um contexto no qual seu produto ou serviço tenha diferencial competitivo. Faça uma gestão inteligente, mantenha um custo de operação lucrativo e precifique com margens justas para o negócio e para os seus clientes, só assim você vai aumentar a percepção de valor sobre sua marca/produto.

 

Gestão inteligente:

 
Qual é o segredo? DADOS!
E como entender os dados? ANÁLISE!
 

No curso de Gestão Inteligente com indicadores vamos ensinar a por a “mão na massa”, para extrair e manipular dados e informações que valem ouro nos Bares e Restaurantes.

 
Para que?
1- Principalmente para descobrir quais são os melhores caminhos para o crescimento da sua empresa.
2- Facilitar o cálculo de custo com produções;
3- Entender indicadores de composição de preços;
4- Planejar a lucratividade do cardápio;
5- Definir quais ofertas aumentam as margens de lucro.
 
Para quem é direcionado?
– Proprietários de Bares, Restaurantes e afins;
– Gerentes e gestores de Bares, Restaurantes e afins;
– Consultores culinários/gastronômicos.
 
Quanto?
– R$ 750
 
Quantas horas?
– 16hs / 5 módulos (módulos: 5 segundas-feiras de Julho).
 
A continuação infográfico que explica os módulos e o passo a passo do curso:
Yazaki lifestyle - Gestão Inteligente
 
Inscreva-se aqui: CURSO+LUCRO

 

Leia +: Saiba como ajustar investimentos com equipes de trabalho!
 
 

Publicado em

Markup para gastronomia: saiba como colocar preços justos para encantar os clientes

markup2

Um preço consistente, criado para o público certo, com os cálculos e indicadores corretos vai gerar mais tesão para você e para os seus clientes.

 

O que é markup?

 

É quando uma empresa produz ou compra um produto a um preço e em seguida vende por um preço maior. Utilizar o markup em produtos produzidos ou comprados é fundamental para gerar lucros. Um estabelecimento gastronômico que vende produtos para cobrir o que eles custam não é nem nunca será um negócio sustentável.

 

Obter lucros é um dos principais objetivos de quem empreende no segmento gastronômico. O difícil na maioria das vezes é encontrar uma margem que seja atrativa para o seu bolso sem que você se distancie dos clientes. Para não errar na conta você tem que saber o que é markup e como ele vai ajudar no desenvolvimento do seu negócio.

 

Não se trata de uma fórmula milagrosa, nada mais é do que um índice aplicado sobre o custo de aquisição e produção de um produto, um cálculo que possibilita a definição dos preços do seu cardápio com maior precisão.

 

Markup1

Markup e seus beneficios!

 

O principal se você já é proprietário de um negócio é que com o índice de markup vai dar pra saber exatamente quanto dinheiro o negócio está gerando, por outro lado este índice vai te mostrar se vale a pena seguir investindo tempo e dinheiro, principalmente para prever se o seu empreendimento vai ter sucesso, ou pra visualizar se você vai virar um escravo do negócio.

 

Outra vantagem é que com esse índice é possível calcular tanto o retorno geral do cardápio como também específico de cada um dos produtos, aprofundando assim, naquilo que é mais ou menos rentável para o negócio.

 

Além disso é possível calcular dois preços diferentes de venda para um mesmo produto que esteja no topo do ranking de markup, por exemplo: para dar mais agilidade ao gerente é interessante formatar um grupo de produtos com descontos para clientes especiais. Com uma tabela atualizada de todos os produtos é possível detectar aqueles que mais convém fazer aquele desconto, seja para uma negociação em grandes quantidades ou para uma ação de marketing por exemplo.

 

Ficou interessado pelo assunto? Cadastre-se na nossa lista de parceiros (acima) que vamos lhe informar quando os novos posts saírem, e assim você poderá ler em primeira mão.

 

(+) Ver próximo post – Descubra o preço ideal para cobrar nos produtos do seu Bar ou Restaurante!

 

Um Abraço;

Emiliano Machado
Wagner Mattei.

 

Publicado em

As 9 leis fundamentais da economia gastronômica

As leis da economia no nosso segmento gastronômico são retas e diretas. Empresas que as reconhecem e respeitam consequentemente enriquecem. Os Bares e restaurantes, supermercados e similares são empresas de alto giro, de entrada e saída contínua de produtos, ali o controle de processos é fundamental, sinão for assim o sonho vai durar tanto quanto a intuição.

 
economia gastronômica

A seguir os 9 pontos fundamentais:

1. Para consumir é necessário antes produzir. A produção com processos assertivos e a verdadeira fonte de riqueza do seu estabelecimento e da economia gastronômica. É sumamente importante criar as condições para que pessoas e empresas possam poupar (reduzir custos) o suficiente para financiar toda a produção e é claro prever como consumi-la no futuro.
 

2. O consumo é o objetivo final da produção. A economia de um restaurante por exemplo depende e muito da sua equipe de trabalho, essas pessoas recebem um salario em troca de sua mão de obra. Se a sua empresa tiver parcerias com outras empresas que beneficiem a sua equipe, possivelmente você estará impulsionando a economia da sua região, e criando assim uma fluides maior para o consumo dos seus produtos pelos funcionários de outras empresas que estão ao redor.

 

3. Não há nada que seja realmente fácil e grátis. Afinal, o certo e que os negócios não funcionam de acordo com sentimentalismos ou pura intuição, os restaurantes funcionam exatamente da mesma forma que qualquer outro setor de serviços na economia, por mais que as pessoas se deixem levar pela emoção ou a querida e esperada “sorte”. Se o cursinho for de graça desconfie, se o seu cliente for a sua família, e se você acredita na máxima “Todo mundo tem que comer”… Pense, nenhum negócio que da certo é tao simplório.

 

4. O valor das coisas é completamente subjetivo. Por exemplo, pense na produção de um par de sapatos que levou 4 horas de trabalho, e na de um bolo levou 2 horas de trabalho para preparar e assar. Então pareceria a simple vista que a “taxa de troca” mais justa entre essas duas mercadorias deveria ser: 1 par de sapatos por 2 bolos. Dessa maneira, 2 produtos seriam trocados a uma taxa que representa quantidades iguais do tempo de trabalho gasto para produzi-los.
Só que não! Tudo depende do grau de importância pessoal (subjetiva) que o consumidor confere ao produto/serviço. Então por essa perspetiva os sapatos e o bolo vão depender do propósito ou desejo de consumo do usuário.

 

5. Sem poupança não há investimento e sem investimento não há acumulação de capital e compra de “bens de capital” (fatores de produção): ferramentas, maquinários, fornos, mesas, cadeiras, panelas, copos, pratos, local, meios de transporte e de comunicação… Eles auxiliam os seres humanos em suas tarefas e, consequentemente, tornam o trabalho humano mais produtivo; sem acumulação de capital não há maior produtividade por consequência não há aumento da renda.

 

6. Gastos são custos; o querer multiplicar a renda implica aumentar proporcionalmente os custos.

 

7. O dinheiro, por si só, não é riqueza. Dinheiro é uma ferramenta de troca; riqueza é abundância de bens e serviços e bem-estar. Só assim você vai conseguir ser “Líder” e não “refém” do seu próprio negocio.

 

8. O trabalho, por si só, não cria valor; para ter valor, um bem produzido tem de ser útil e demandado por consumidores que querem consumi-lo. (relativo ao ponto 4).

 

9. Nos dias de hoje, o lucro econômico é um bônus extra que uma empresa ganha por ter sabido alocar corretamente recursos escassos.

 
 
Depois de ter esses dados você já vai poder desenvolver os principais KPI´S de sucesso que são: MarkUP, Lucratividade de produtos, Break-even e Rentabilidade do negócio.
 
 
E não deixe de entrar no grupo de debate da nossa Liga gastronômica no Facebookse quiser você também pode utilizar a nossa hora de consultoria gratuita via Skype ou whatsapp!
 
 
Como fazer? Fácil só adicionar o Emy Machado e aproveitar.
Contatos – Skype: emi.machado1 – Whatsapp: 48 – 9846 5499

Publicado em

Sorvetes, novos sabores…

Com os sorvetes, novos sabores estao surgindo, eles estão se reinventando, sabores que desafiam os paladares mais tradicionalistas. Abóbora, gengibre, coca cola, soja, sorvete de sushi, de vegetais e até de Viagra viraram sensação!

 

A cada dia sorveterias, marcas de sorvete e restaurantes se somam a esta moda no mínimo excêntrica e mostram que existe vida para os sorvetes além do chocolate, creme e morango. Afinal, quem não se atreve a provar um saboroso sorvete nas noites de verão? Indo além: Alguém já provou todos os sabores que as sorveterias inventaram no último ano?

 

Claro que a mudança veio com os anos, o clássico napolitano foi substituído por outras variedades de sorvetes, novos sabores invadiram o mercado com propostas inusitadas e menos famosas.

 

As sorveterias brigam para ver quem tem o sabor mais diferente. Por exemplo: uma sorveteria chamada Max & Mina em Nova York, tem como campeão de pedidos o sabor de milho doce com cerveja, enquanto no Salt & Straw em Portland é muito solicitado o de pera com gorgonzola ou o de morango balsâmico com pimenta preta.

Você aprovaria esses sabores?

 

Conheça algumas dessas iguarias:

Larica
Sorvetes, novos sabores

1-“Larica”

Fundada pelo ex-roteirista Brian Smith, a sorveteria Ample Hills é uma destas novas gelaterias nova-iorquinas que têm conquistado o público louco por estas guloseimas maravilhosas. Entre estes sabores peculiares está o “Larica”, sorvete que mistura pretzel com batatas fritas, biscoitos Ritz salgado e míni M&Ms.

Um belo dum rango, não?

 

black rice
Sorvetes, novos sabores

2 – “Arroz negro”

Desde 2008, a Van Leeuwen tem atraído seguidores importantes em Nova York. Entre alguns sabores diferentes vendidos por lá estão o de canela do Ceilão e de chá Earl Grey. Mas o sabor mais estranho do cardápio é o de arroz negro doce. Talvez lembre a tão famosa sobremesa feita com o arroz branco da vovó, ou nem tanto…

 

pizza
Sorvetes, novos sabores

3-“Pizza”

 

Pizza gelada no café da manhã, ok, mas imagine um sorvete produzido com os mesmos ingredientes para comer como sobremesa? Até o mais louco por pizza poderia se assustar com esse sabor. Essa é mais uma iguaria encontrada no Max & Mina do Queens, em Nova York, feita com mussarela, molho de tomate e pedaços de pizza de verdade.

Este sorvete quebra com todas as regras…

 

Segundo Eduardo Sebriano – Business Intelligence Manager – perito em sabores da Nestlé Argentina explica que essa necessidade atual de tantas novas invenções vem de encontro às experiências que todo produto quer proporcionar ao seu cliente.

 

Bom, como dizem por ai: sobre gostos não se discute, será mesmo???

 

FONTE(S) First We Feast

 

Adoramos novidades, por isso deixamos o canal aberto para sugestões, opiniões e comentários sobre as matérias e o assunto que merece todo o sabor do nosso respeito: ALIMENTAÇÃO E BEM VIVER.