(48) 9 9846 - 5499

Florianópolis, Santa Catarina, Brasil
ParqTec Alfa Rod. José C. Daux Km 01, Nº10
e-mail: contato@yazakilifestyle.com.br

Como funciona o Marketing da abundância nos bares e restaurantes?

Tenho fé em que você chegou até aqui porque esta procurando abundância nos negócios. Uma das coisas que mais tem nos afetado como sociedade nos últimos tempos é acreditar que pra que alguém ganhe, outro deve perder. Que tudo existe em quantidades limitadas, e que a única forma de termos um pedaço da pizza é pegando a porção de outra pessoa.

 

Isto nos leva aos extremos, acreditamos que existe uma quantidade de sucesso disponível, de dinheiro disponível, de casas, comida, bebida, etc.

 

A verdade é que o mundo esta cheio de abundância, tem muito de tudo para todos, e se qualquer coisa acabar hoje, amanhã vamos dar um jeito de fazer ou encontrar mais. Obviamente estamos nos referindo a bens de consumo. É claro que existem indivíduos únicos, se perdermos algum familiar por exemplo não podemos ir na loja comprar outro.

 

Os paradigmas:

 

Eles são uma imagem mental de algo externo que nós absorvemos como um fato. Por exemplo a maioria das pessoas mundo afora esperam que todo brasileiro jogue futebol. Mas no Brasil existem pelo menos 10 esportes que em somatória superam a quantidade de pessoas que praticam futebol.

 

Sou gastrônomo, minha formação é de gestor gastronômico, desenvolvo negócios. O seu negócio (bar, restaurante ou afim) depende de gestão. O serviço hoteleiro e a administração de conflitos em equipes de trabalho precisam de gestão. O lucro é o resultado da gestão. Mas minha mãe acredita que sou Chef de cozinha. Quando expliquei a ela o que faço ela ficou pensando e falou “mas você poderia cozinhar nos lugares aonde você trabalha”, ou você poderia se dedicar a dar aulas de cozinha, e assim trabalhar mais confortável. Minha mãe esta convencida que eu me especializo em cozinhar os produtos que são elaborados em restaurantes, e não existe ninguém que a faça entender que essa não é a maneira como ganho a vida.

 

Emfim, temos muitos paradigmas. Alguns foram colocados pelos nossos pais, outros pela vida.

 

“Os ricos são ricos porque roubam”;
“Se alguém ganha, outro vai ter que perder”;
“Todos os homens são iguais”;
“Todas as mulheres são assim”

 

O paradigma da escassez:

 

Nasce da ideia que se eu ganho você perde (ou ao contrário).
Seus pais comparavam você com outras crianças, com seus irmãos, ou outros familiares? Lembra que dependendo do teor da comparação você iria ficar sem algo que você queria?

 

A escola ainda pode reforçar essa ideia. Alguns sistemas se embasam em notas por escala. O que mais nota tira, é o que respondeu maior número de perguntas. Não se é bom por saber muito, um é bom porque os outros são ruins.

 

Assim chegamos na idade adulta esperando que cada vez que alguém ganha tem outro que perde.

 

Mas a vida não é uma concorrência desleal.

 

Nos esportes umas equipes tem que ser melhores do que outras, essas são as regras do jogo. Mas a vida não é uma concorrência. Precisamos concorrer com nossos colegas de equipe? Com nossos fornecedores? Com nossos vizinhos? Com os amigos? E necessário brigar com nossos clientes?

 

Na maioria dos casos da vida, se não estamos ganhando todos, é porque estamos perdendo. Você  se imagina competindo com seu(s) sócio(s)?

 

A regra é clara se 2 ou mais não estão ganhando, definitivamente é porque estão perdendo.

 

Pensando na abundância e no ganha/ganha:

 

Quando existem conflitos de interesses é difícil que 2 pessoas ganhem. Isto requer que ambos pensem em uma terceira alternativa. Em geral, em momentos de luta, cada um pensa no que quer, no desejo de terminar a disputa. Que pode ser ganhando ou perdendo, mas poucas vezes se pensa em como ambos podem sair beneficiados.

 

Hoje em centenas de cidades pelo mundo existe a briga de taxistas com os apps de transporte (uber, cabify, 99…) Os taxistas esperam que o estado proíba “esses apps ilegais” porque elas tiram seu trabalho. Mas ninguém esta se preocupando por formar uma parceria melhor. E a realidade é que ambos, motoristas e usuários buscam o mesmo: seu sustento.

 

Você se imagina ganhando em conjunto?
Se for assim comece a desenhar hoje mesmo seu ecossistema de negócios e visualize como todos podem sair ganhando com essas ações coletivas.

 

Espero ter ajudado você a refletir sobre a abundância que existe em nosso mercado de FOODSERVICE. Sei que você deve ter algumas objeções, ou sugestões, se quiser pode nos enviar um e-mail (contato@yazakilifestyle) e pensaremos na abundância dessa nossa parceria.

+ SAIBA MAIS: COMO CALCULAR O CUSTO IDEAL DOS INSUMOS?
 
Não deixe de entrar no grupo de debate da Liga gastronômica no Facebook, você também pode se cadastrar – AQUI – em nossa lista de parceiros, vamos lhe proporcionar um diagnóstico que vai descobrir como esta seu negócio perante o mercado.
 
 
Abraços!
Emiliano Machado

%d blogueiros gostam disto: